top of page
  • Foto do escritorAna Lúcia Rafael

Descubra agora quais os principais passos para o desenvolvimento da inteligência emocional

Quais são os principais passos para o desenvolvimento da inteligência emocional? Em tempos onde muito se fala em soft skills, sobretudo quando pensamos em profissionais que atuam em cargos de liderança, a inteligência emocional é uma habilidade de destaque e extremamente importante.



Já parou para pensar que, tanto saber o que sente quanto o motivo para este sentimento, ajuda muito na compreensão de si próprio e também das pessoas à sua volta?

Toda pessoa tem um motivo para ser de determinado jeito, tem sua própria história de vida.

Comentei o seguinte na minha entrevista aqui para o site:

“Costumo falar que o autoconhecimento liberta e quem o domina e pratica no seu dia a dia naturalmente maneja suas emoções de forma mais assertiva e isso impacta positivamente todos os seus relacionamentos, e isso é fantástico!!” – Ana Lúcia Rafael

Se em tempos mais antigos, era senso comum que o fato de alguém subir de cargo, estava relacionado diretamente com as chamadas “hard skills”, ou seja, as capacidades técnicas, hoje é preciso de algo mais.

Esse algo mais é exatamente o fato de contar com uma inteligência emocional satisfatória. E se considerarmos ainda, o fato dessa habilidade possibilitar o desenvolvimento de praticamente todas as outras soft skills, aí creio que a importância desse aprimoramento fica muito claro.

Para tanto, sugiro alguns passos para o desenvolvimento da inteligência emocional que veremos nos tópicos seguintes. Me acompanhe.


O primeiro passo para a inteligência emocional

Acredito que o primeiro passo é querer se superar como pessoa. Ter aquela busca interior da automotivação para viver o processo de autoconhecimento. É algo básico, fundamental para o desenvolvimento dessa habilidade.

Segundo o psicólogo Daniel Goleman que difundiu a ideia da inteligência emocional:

“O cérebro é neuroplástico e a maioria das habilidades podem ser desenvolvidas a partir justamente do autoconhecimento, do querer mudar, evoluir. “

Perceba que o autor desmistifica a ideia que nascemos com determinados “talentos”e ponto final. Estamos em constante construção.


O segundo passo para desenvolver a inteligência emocional

Aqui é o momento em que se faz necessário refletir a respeito de si próprio(a) e de suas emoções.

“Pergunte a si próprio(a) e as pessoas ao redor, sobre as características que enxergam em você e analise, inclusive, suas reações diante das diversas emoções que a vida pessoal, profissional, familiar lhe oferece.” – Ana Lúcia Rafael

Muitas pessoas nesse momento, tem que lidar com o sentimento de vulnerabilidade. Por isso, é importante que você enxergue isso como um ato de coragem e não como vergonha as suas falhas, a sua história, seu comportamento e os seus desafios.

Quem trata de forma magistral esse tema é a autora Brené Brown, já fica aqui a dica.

Sendo assim, procure aqui, reconhecer suas emoções e o motivo de ser como é. Isso vai colaborar para a compreensão, entendimento e autoempatia.


O terceiro passo é a hora da colheita

Aqui é preciso analisar como se convive com cada estado emocional, como responde a cada um deles.

“Quais quer manter, quais precisa ressignificar, fazer diferente? Anote.”

Execução

O quarto passo é o da execução. Essa etapa nos convida a fazermos os seguintes questionamentos:

  • Vai conseguir colocar em prática o que percebeu que precisa se aprimorar?

  • É possível manter esse processo de desenvolvimento da Inteligência Emocional sozinho(a) ou vai precisar de ajuda?

  • Que tipo de ajuda?

Quando pensamos em ajuda, ela pode ser:

  • Apoio do RH

  • Palestra

  • Workshop

  • Psicoterapia

  • Coach

  • Imersão de final de semana

Para definir qual tipo de ajuda, tenha em mente que se trata de uma escolha pessoal, que irá variar muito da necessidade e do momento de cada indivíduo.

“Como terapeuta há muitos anos convido você a pensar que o processo de autoconhecimento e desenvolvimento da inteligência emocional é permanente. Muitas vezes nos deparamos com situações na vida que faz com que tenhamos que nos desenvolver mais e mais. A esse processo de superação podemos nomear como resiliência humana.”

Agora que você já sabe quais são os passos para o desenvolvimento da inteligência emocional, que tal colocar em prática?


Esse e mais artigos estão disponíveis no site palestrasdesucesso.com.br



3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page